Início » Mértola » Encontro Internacional Gestão de Sítios Arqueológicos em Meio Urbano
Voltar à página de noticias

Encontro Internacional Gestão de Sítios Arqueológicos em Meio Urbano

Encontro Internacional Gestão de Sítios Arqueológicos em Meio Urbano
Almada, 13, 14 e 15 de setembro de 2021

Realizou-se nos dias 13, 14 e 15 de setembro, no Fórum Municipal Romeu Correia, em Almada, o Encontro Internacional Gestão de Sítios Arqueológicos em Meio Urbano, organizado pelo Município de Palmela em parceria com a UNIARQ, a Fundação Serra Henriques, o ICOMOS-Portugal, o ICAHM e a PATRIMONIO.PT, com o objetivo de apresentar experiências de projetos de valorização em curso, promovendo um debate sobre os desafios da valorização e abertura ao público de sítios arqueológicos em contexto urbano.
Mértola esteve representada por Lígia Rafael que apresentou a comunicação Mértola Vila Museu: 40 anos de arqueologia e valorização patrimonial.

Resumo da comunicação:
Mértola Vila Museu: 40 Anos de Arqueologia e valorização patrimonial
A partir da década de 70 do século passado a valorização patrimonial passa a ser entendida como principal motor de desenvolvimento de pequenas localidades, onde o museu local funciona como polo de atração turística. Em Mértola este sempre foi o grande desafio: transformar uma pequena localidade do interior alentejano num polo de atratividade que propicie a fixação da população e o afluxo racional de visitantes. Iniciou-se assim uma nova etapa, não tão áurea como a do seu passado de cidade portuária, elo de ligação com as riquezas da bacia do Mediterrâneo, mas, pelo menos, de território conhecedor das suas raízes e das suas potencialidades. Na génese deste recomeço esteve a consciencialização relativa à importância do património arqueológico, histórico e natural e o envolvimento dos agentes locais e da população, no que se entendia ser uma via para o desenvolvimento.
Mértola Vila Museu é um projeto de referência no que respeita à investigação e valorização patrimonial, mas corresponde também a uma forma inovadora de divulgação e de disseminação de resultados e de conhecimento. Os 14 núcleos museológicos do Museu de Mértola, instalados no local dos achados arqueológicos ou em edifícios emblemáticos do Centro Histórico, ou noutras localidades do concelho, funcionam como polos de atração aos mais de 50 mil visitantes anuais. A Vila, debruçada sobre o Guadiana, corresponde a um importante conjunto cénico onde o edificado se integra perfeitamente na envolvente paisagística, que tem no rio a justificação da sua existência e da sua importância ao longo dos tempos.
Lígia Rafael/Câmara Municipal de Mértola.

 

Museu de Mértola . Câmara Municipal de Mértola © 2021. Todos os direitos Reservados